sexta-feira, 15 de março de 2013

"Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou"



Fala, seres celomados!!! E aí, tudo bem?

Pois bem, meus caros leitores, estava revendo umas fotos "antigas" de uma viagem que fiz com o meu colégio na minha 2ª série do Ensino Médio para Minas Gerais e nossa...foi nostálgico, haha...senti muita saudade e vontade de chorar.

É difícil você conviver com várias pessoas por vários anos e depois se separar delas, pois a vida proporciona rumos distintos para todos nós e mesmo que um dia sejamos melhores amigos de uma pessoa talvez depois, no futuro, nem lembraremos mais dela, nem ela da gente. Daí quem sabe um dia quando estivermos olhando o álbum antigo de fotografias lá no fundo de uma caixa velha jogada lá no porão de nossas casas talvez lembremos que aquela pessoa era nosso melhor amigo(a) e vai bater uma saudade grande.

Eu sempre fico imaginando como serão as coisas no "futuro"...fico imaginando quais amizades eu conseguirei manter, quais eu ainda irei lembrar, quais possivelmente lembrarão de mim e poxa vida, será que aqueles meus amigos e colegas que concluiram o Ensino Médio comigo tem esse mesmo pensamento?

Bem, talvez sim e talvez não... eu sei que a vida é complicada e que cada um tem as suas preocupações, se dedicam aos estudos, a faculdade, ao trabalho etc etc, mas será que eles realmente não param por um único momento para relembrar isso? Coisa que eu estou fazendo agora...

Pois é... é complicado!

O mais complicado ainda é saber que quem vivemos e convivemos não estarão mais no nosso dia-a-dia, mas a partir de então na nossa lembrança, onde iremos guardar todas essas experiências maravilhosas.

Tá bom, tá bom... eu sei que a minha turma não era perfeita, nem totalmente unida, mas poxa...para falar a verdade eu gostava/gosto muito de todo mundo e creio que todos pensavam assim também, ou não.

Mais de um ano depois que terminei o Ensino Médio e só estou escrevendo esse texto agora...não sei o porquê, talvez porque agora eu tenho um blog, mas enfim... mais de um ano depois e quase todos estão em caminhos distintos, em suas respectivas universidades...alguns inclusive estão na mesma faculdade (Curso), mas são poucos.

Uma frase que me chama muito atenção é a seguinte: "Pode-se ter saudades dos tempos bons mas não se deve fugir ao presente" (Michel de Montaigne). Tudo bem, não iremos esquecer do presente e ficar preso em memórias passadas, mas nesse exato momento que estou escrevendo ISSO aqui me deparei e vi que estava pensando no seguinte: "será que as pessoas muitas vezes não esquecem das lembraças e só vivem o presente?". Bem, tirem suas conclusões, eu ainda quero ver se consigo resolver esse questionamento.

Vejamos agora um trecho da música "Tempo Perdido" de Legião Urbana:

"Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder"

--> Voltando ao questionamento... sim, não temos tempo a perder, mas será que é perder tempo parar um pouco e lembrar dos nossos amigos e colegas os quais passamos vários dias das nossas vidas juntos?

Então, não posso negar que quando estava no final da 3ª série eu não aguentava mais ficar indo para a escola. Estava de saco cheio de tudo aquilo. Ver algumas aulas chatas. Alguns professores chatos. Mas sabiam que hoje eu sinto falta dessas aulas chatas e desses professores chatos? Aah, e dos professores legais e das aulas legais também, haha... Eu queria ir logo para a Universidade e pensava que não iria sentir tanta falta "daquelas pessoas", meus amigos e colegas, e hoje estou na Universidade e cá estou eu escrevendo esse post afirmando com todas as palavras que estou com saudades deles... TODOS ELES!

Bem, eu sei que esse post pareceu meio bobo, mas sei lá, senti vontade de escrever isso. Eu sei também que muitas vezes não fui legal com todas as pessoas que estudavam comigo, mas aproveito para pedir desculpas, sinceras desculpas. E espero que um dia, no futuro possamos todos nós nos encontrar e que todo mundo esteja rico. haha =D

Dedico esse post a todos vocês que estudaram comigo, mas principalmente aos que terminaram o Ensino Médio comigo que são vocês: Ana Heloísa, Brisa Fernandes, Caio César, Daniel Cesário, Dayse Medeiros, Danilo Aires, Esdras Marques, Elyza Medeiros, Ewerton Medeiros, Felipe "da Farmácia", Iasmin Almeida, Janine Castro, Jailson Régis, Jefferson Lucas, João Lucas, José Klauber, Jaqueline Brasil, Jonas Werner, Lucas Matheus, Lucas Rafael, Louíse Saraiva, Maria Gabriela, Patrícia Geani, Renan Bezerra, Waldenixon Júnior.

Me perdoem se esqueci alguém, mas creio que são vocês mesmo.

Vou ficando por aqui, meus queridos leitores, espero que tenham gostado do post.






Até mais, deuterostômios,

                                                                                                 MAY THE FORCE BE WITH YOU!



8 comentários:

  1. Ow, amor. Gostei muito do post e você sabe disso, né? Falei contigo sobre isso e em algum momento da vida nós sempre paramos para relembrar as pessoas com quem dividimos praticamente todas as nossas manhãs (as vezes, os dias inteiros) e sentimos saudades delas. Eu também sinto das com quem convivi. Mas o fato é que pouco mais da metade realmente continua amigo. O ideal seria que todos continuassem se vendo sempre. Mas olha só que legal: os grandes amigos ficam na memória e os melhores permanecem conosco a qualquer momento, nos apoiando, nos encorajando, nos dando força pra seguirmos em frente.

    Enfim, gostei muito do seu texto. Acho que foi o mais verdadeiro (não que os outros não tenham sido, entenda kkkk) que você já postou por aqui. Como última observação, eu digo: renove sempre as amizades! :)

    Bjs bjs, meu amor! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e fico muito feliz que tenha gostado =D
      Pois é, quando paramos para lembrar desses momentos bate uma saudade e uma vontade de chorar, né?! Mas temos que jogar a bola para frente. Claro que não vamos esquecer das pessoas, nem desses momentos, mas não podemos ficar presos no passado.

      É verdade, isso é muito bom! Eu sinto falta dos meus amigos e espero que meus melhores amigos sempre me deem força e estejam comigo e espero fazer muitos outros amigos nesse MUNDÃO!

      hehe... Entendi o que você quis dizer. Foi o texto o qual eu mais me expressei emocionalmente mesmo. E levarei essa sua observação como uma das minhas filosofias de vida. "Renovar sempre as amizades"!

      Até mais,
      bjs bjs.

      Excluir
  2. Ahh, e as fotos são bem legais! :D Hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade... ficaram bem legais as fotos, mas o melhor não foi a luz ou o local ou então a visualização, mas sim os momentos \o/

      Excluir
  3. Gostei. Não tem nada de bobo neste post, pois realmente nós nos pegamos alguns dias com esses pensamentos. Pensando nos momentos MARAVILHOSOS que passamos perto de pessoas MARAVILHOSAS. Enfim, parabéns Dudu o post realmente ficou ÓTIMO !!! =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah, obrigado, André.
      É verdade, realmente algumas vezes pensamos nisso mesmo. Eu sinto falta desses momentos e espero que meus amigos também sintam e que sempre estejam comigo e eu também irei fazer outros amigos, pois assim é a vida.

      E novamente obrigado, André.
      Até mais.

      Excluir
  4. Essa música tá na minha cabeça desde que assisti O Homem do Futuro. Mas eu, ao contrário de você não sinto falta alguma da época de escola, e as pessoas que sinto falta conto nos dedos de uma mão, e olhe que ainda sobram desdo. Eu gostei de post, achei bem bacana, hahaha parece que vc se dava bem com muuita gente, não pelo texto, mas pelas imagens. :*

    Humble Opinion

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também assisti "O Homem do Futuro" e desde então ela está na minha cabeça também. É uma ótima música, não é mesmo?
      Aah, não sente? Uhum, eu entendo.

      Fico muito feliz que você tenha gostado, Verônica =D.
      Eu me dava bem com os meus amigos sim e espero sempre continuar assim, hehe...

      Até mais.

      Excluir